Assine!Receba nossa Newsletter!
Saiba mais!

A importância da imagem para a divulgação do destino turístico

Share
Comemorado dia 19 de agosto, o Dia Mundial da Fotografia homenageia os milhares de turistas que registram cada detalhe de sua viagem

A-importancia-da-imagem-para-a-divulgacao-do-destino-turistico

A imagem é um dos principais insumos para a venda dos destinos turísticos no Brasil. São as fotos de catálogos e guias de viagem, divulgadas em redes sociais e sites especializados que encantam o turista e o fazem visitar o extenso litoral brasileiro, conhecer as manifestações artísticas e o patrimônio cultural do país.Nesta quarta-feira (19), Dia Mundial da Fotografia, o Ministério do Turismo (MTur) parabeniza os milhões de viajantes que percorrem o país com suas câmeras digitais e celulares à tiracolo registrando – e divulgando – o patrimônio natural do Brasil.
Para ajudar nesta tarefa, um dos mais renomados fotógrafos de natureza, Araquém Alcântara, primeiro a documentar os parques nacionais e autor de mais de 47 livros, entre eles, “Terra Brasil”, dá a dica: “o principal é estudar o ambiente que se deseja fotografar, ficar em silêncio e ter muita paciência “, disse.

O fotógrafo Flávio Veloso, que já estampou publicações nacionais e internacionais com imagens de paraísos brasileiros, diz que a melhor forma de “vender” um destino para alguém é por meio da fotografia. “Ela desperta o interesse do espectador e faz com que ele busque conhecer mais sobre aquele lugar”.Para divulgar os destinos, o MTur mantém um perfil colaborativo no Instagram com mais de 33 mil seguidores e um banco de imagens com quase quatro mil fotos publicadas. Uma pesquisa feita pelo Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) mostra que as buscas de informações e imagens para internet superaram o boca a boca e a opinião de parentes e amigos desde 2013.

Para fotografar em viagens:

• Para dar mais harmonia à composição da foto, imagine duas linhas horizontais dividindo o que se vê no visor e duas linhas verticais, como um jogo da velha. Evite colocar os objetos ou pessoas no centro da imagem. Busque explorar novos ângulos, não fique estático.

• Movimente-se para achar uma posição diferente que valorize a imagem e preste atenção à luz do dia. Evite colocar o objeto entre o sol e a câmera, a menos que queira a silhueta da pessoa e use o flash quando o sol gerar sombras fortes, para preencher o rosto da pessoa.

Serviço:

www.turismo.gov.br

Share

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *