Assine!Receba nossa Newsletter!
Saiba mais!

Como estão os salários na hotelaria

Share

É recorrente ouvir “gerentes” se queixando de salários. Sempre achei isso muito estranho e em um dos cursos que eu dei, tive oportunidade de ter 4 gerentes de uma mesma organização ou que como amigos não tiveram nenhum problema em fazer segredos sobre salários, ao me dizerem quanto ganhavam, inicialmente não acreditei, mas como não havia porque mentir – perguntei quais as respectivas rotinas, um vez conhecedor destas não tive como não dizer: “vocês ganham demais” e expliquei que o serviço que eles faziam era feito por uma secretária minha ou pela responsável pela tesouraria. Vemos aqui que não são os salários e sim as atribuições ou competências que estão deslocadas. Segundo o site de consultoria Catho – os salários de gerencia hoteleira atualmente nas capitais têm este perfil:

 

media-salarial

 

Segundo o Site – Guia da Carreira as pesquisas atuais deixam os salários com o seguinte quadro:

 

media-salarial-2

 

Se formos falar em salários a nível gerencial, mesmos as médias, já que o segundo site tem valores bem superiores os salários são baixos ou estão mal colocados, senão vejamos: um gerente geral, tem uma única atribuição “fazer com que o cliente volte”. Não existe nada que ele não tenha que saber, caso contrário é como a imitação dos
queijos franceses no Brasil – “tipo Rockford”, tipo…. Quase um gerente. E isso é caro a qualquer preço.

O Gerente que se preze, recebe por desempenho e não por faturamento, sim por resultados gerados. Isso é um Gerente Geral de Hotel.

O Gerente de A & B tem que gerar resultados, saber que tipos de custos apropriar, como não ter desperdícios, manter uma equipe coesa e bem treinada. E assim o salário dele também precisa depender de desempenho.

aliancas-de-casamento-oliver-joias-300-0021Se falarmos da área comercial, então, isso é um verdadeiro absurdo, o sujeito quer ganhar um “XXX” por mês – Não serve, e não serve se ele quiser dois mil, e não serve se quiser Duzentos Mil – a mentalidade de um Gerente comercial que quer salário fixo não leva a empresa a nenhum lugar. Um bom gerente comercial numa cidade como São Paulo, onde tudo é mais caro e longe, precisa de ajuda de custo e vamos falar em algo como R$:4000.00 – No máximo, e este elemento precisa não ter limite, a empresa precisa dar a ele condições de ele ganhar o que quiser pois que seu salário deve ser diretamente proporcional ao resultado que ele proporciona à empresa em termos de GOP. Não adianta um RevPAR (sigla da moda) de R$ 300,00 se para chegar nele foram gastos R$ 298,00. Suas comissões são geradas sobre resultados reais, assim a empresa e o colaborador crescem juntos.

Conheço no mercado empresas que trabalham dessa forma, só que algumas delas quando o colaborador fez um bom trabalho ou mandam embora ou diminuem as comissões e isso é ROUBO. Mas essas empresas nunca saem da crise, crise que eles criam com ações desonestas.

Pelo menos estes três níveis de gestor devem receber sobre resultados, assim ambas as partes ganham.
Deparamo-nos sempre com o problema, quem contrata não sabe o que quer, não sabe onde pode chegar, e não sabe desemprenhar o papel do profissional que quer contratar.

Temos casos de aceitarmos fazer entrevistas e dizer para o entrevistador, você não precisa do profissional que está procurando, a função dele não tem autonomia para tomar as medidas necessárias para gerar o resultado que vocês estão procurando, o que vocês precisam é… Isto é comum.

Falta profissionalismo, faltam profissionais e falta, principalmente, o posicionamento correto dos que se dizem profissionais, mas são tipo… nem eles sabem o que.

Há sempre a possibilidade de contratar uma consultoria capaz de reestruturar sua empresa, colocar as pessoas certas nos lugares certos, treiná-las e mostrar como devem agir. Isso é sempre muito mais barato do que o costumeiro, vou tentar. Não, nós não tentamos, FAZEMOS. SUCESSO.

Leia também

Share

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *