Assine!Receba nossa Newsletter!
Saiba mais!

MTur discute os desafios do setor em encontro transmitido pela internet

Share
Em bate-papo com grandes nomes das redes sociais, Henrique Eduardo Alves defendeu o turismo como força para movimentar a economia e desenvolver o país

MTur-discute-os-desafios-do-setor-em-encontro-transmitido-pela-internet

Para celebrar a nova campanha #vivadeperto, que tem por objetivo incentivar os brasileiros a viajarem pelo país, o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, se reuniu com João Ricardo Mendes, um dos fundadores do Hotel Urbano; Leonardo Marques, um dos mentores do Melhores Destinos; e Marco Jorge, gerente de parcerias do Trip Advisor, para falar sobre o momento atual do setor no país. A conversa foi transmitida ao vivo pelo Periscope e pode ser assistida no canal do Twitter do Ministério do Turismo.

Em resposta a João Mendes, do Hotel Urbano, o ministro destacou que a campanha propõe “experiências ricas que só podem ser vividas por aquele que se aproxima do destino e vive o momento de perto”, criando um novo conceito de viagem.

O representante do Trip Advisor, Marco Jorge, destacou que o preço é ainda um grande impasse para o brasileiro, especialmente, segundo ele, o valor dos bilhetes aéreos. O ministro disse que as empresas estão se ajustando ao momento e que “de forma planejada, como normalmente se faz para o exterior, é possível conseguir tarifas mais atraentes e realizar o sonho de conhecer o país”.

A conjuntura econômica criou, ainda, um momento oportuno para os estrangeiros – e pode ajudar a impulsionar a economia do país a partir do turismo, segundo o ministro. Em resposta a Leonardo Marques, o ministro afirmou que “a conjuntura econômica favorece a chegada de estrangeiros e que o país precisa estar qualificado para receber bem o visitante de fora”.

Para assistir ao primeiro vídeo da campanha, que já está sendo exibida pela televisão, clique aqui.

Serviço:

www.turismo.gov.br

Share

Comente este artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *